Atendimentos individuais, em grupos e à distância. - (21) 3795-5965   (21) 99465-5989 - eloyanasilveira@yahoo.com.br - Jardim Botânico - Rio de Janeiro


















































































































A Criação do Novo
Símbolo Eloyana Silveira

Em nossa vida diária experienciamos vários tipos de situações que nos levam a diferentes formas de reações. Podemos reagir positiva ou negativamente, tudo dependendo de como tenham sido nossas experiências anteriores. Sabemos que as reações registradas em nossos corpos, são emoções resultantes do que a nossa mente ditou. É o ego conduzindo nossos comportamentos numa dimensão de vulnerabilidade e insegurança, apesar da falsa aparência de uma natureza segura e da criação de seus mecanismos de defesa. A mensagem continuamente enviada por ele traduz um quadro da falsa identificação com o equilíbrio, gerando assim o medo.

O ser humano experiencia o medo que se originou nas sensações de fracassar, de ser ferido, de perder a si mesmo e etc. Todavia, o que mais lhe aniquila é o medo da morte. Neste contexto de total identificação com a mente, o ego se mostra realmente frágil e acredita que o perigo é iminente e pode levá-lo à sua total aniquilação. É quando observamos pessoas radicalizarem em seus posicionamentos, necessitando profundamente afirmarem-se através da compulsão de estarem "certos" e mostrarem ao outro que estão errados. Quando conseguimos estar no aqui e agora, não importa se estamos certos ou errados, apenas conectamos nosso espaço interior que nos acolhe com muita paz e serenidade, trazendo-nos a clareza do pensar e do sentir equilibradamente. Daí, compreendermos profundamente como é importante viver o presente. Ele é tudo o que nós possuímos.

O presente nos traz a beleza e o milagre da vida ao nosso redor. É quando nos permitimos a leveza, o encontro, a paz e o aconchego do Agora. Se estamos sempre querendo mudanças de lugar, finalizar rapidamente tudo o que iniciamos, buscar no prazer do efêmero - alimento, bebidas, drogas, sexo, etc - a satisfação do viver, alcançar sempre mais, tornar-se alguém diferente ou buscar sempre excitações externas, com certeza estamos sendo levados por nossa mente que foca o futuro e escapa da beleza e profundidade do Agora.

É importante que se honre e se respeite todos os momentos que nos são trazidos pela Vida, numa postura de viver o agora, acreditando em si mesmo, libertando-se das amarras do passado, e permitindo que o infinito potencial criativo emerja em sua vida.

Transformando-se em um meditador você sentirá como vem de dentro do seu próprio ser a Luz que lhe mostra a melhor forma de conduzir sua vida. É a morte do ego deixando a descoberto a sua face original, a realidade esquecida, a liberdade vinda através do abandono das convenções criadas pela sociedade, a confiança em si mesmo, o resgate da beleza no ato de viver e a profunda certeza de que estamos buscando o essencial na vida.